Tag: Chile

Blogagem Coletiva – Resumo das Minha Viagens 2016

Hoje trago a última blogagem coletiva do grupo Bloggers Out and About  de 2016.

JANEIRO

Já no Reveillón de 2015-2016 viajei com minha namorada Vanessa para Morro de São Paulo e ficamos no Camping América, foi sensacional! Amamos principalmente a Praia da Gamboa que é muito calma e bem agradável!

DICA: Se for no Reveillón para Morro, fique na Praia da Gamboa evitando assim a multidão porque a Ilha fica cheia!

dsc01908
Praia da Gamboa – Morro de São Paulo
dsc01911
Nossa humilde residência no Camping América 😉
12512312_10205198268468186_208079419846417005_n
Tomando uns Drinks no Reveillón com meu amor! Por que ninguém é de ferro! 😀

FEVEREIRO

No Carnaval viajei com minha família para curtir o agito das cidades de Recife e Olinda! Fomos no Sábado para o Galo da madrugada no Recife Antigo e no Domingo de Carnaval fomos para as ladeiras de Olinda! Achei muito melhor as ladeiras de Olinda, apesar da multidão. E além disso, conheci o Axé e o Pau do Índio. São gostosos mas aproveite com moderação kkkkkk Vá por mim.

20160206_153026
O Famoso Galo da Madrugada – Recife Antigo
15fev2014-bebida-pau-do-indio-e-produzida-em-olinda-1392665787618_750x500
Pau do Índio – Roberta Guimaraes/UOL

culpada-confesso-axe-de-fala-garrafinhas

Famoso axé! – Foto: Ravi Cavalcanti Bezerra

JULHO

Viajei com minha família para  Santiago no Chile. Foi uma experiência muito boa, conhecemos bastante a cidade e fizemos um bate-volta nas cidades próximas a Santiago como: Valparaíso e Viña del Mar. Se puderem, não façam esse bate e volta, vale a pena ir com calma!

img-20160713-wa0041
Família na Plaza de Armas com a Catedral ao Fundo
img-20160715-wa0043
Estação de Farellones 
img-20160713-wa0019
Fazendo tour em Santiago!
20160715_130343
Estação de Farellones
20160711_145648
Esquentando as orelhas em Santiago
20160715_125503-blog
Pose de Atleta kkkk

Ainda em Julho fui para o Encontro Nacional de Geógrafos em São Luís-MA!

Consegui ainda conhecer um pouco da cidade, principalmente o Centro Histórico. Ainda deu tempo para conhecer os Lençóis Maranhenses! Vale a pena cada segundo de viagem (5 horas de van)

20160731_070146
Lindos casarões do Centro Histórico de São Luís!
20160731_151442
Lagoa Azul – Lençóis Maranhenses
20160731_174534
Belíssimo pôr do sol da Lagoa Azul

Esse ano rendeu muitas experiências, muitas vivências e conheci muitos lugares incríveis!

 

Anúncios

SANTIAGO SEM MISTÉRIOS – PARTE 02 – Como Chegar?

DE AVIÃO

O Aeroporto mais próximo de Santiago é o Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez (SCL) que está a menos de 16 km do Centro Histórico de Santiago. Possui boa infraestrutura e você tem 3 opções de transporte até a cidade: táxi, transfer e ônibus. A mais econômica é o ônibus que é oferecido pelas empresas Turbus e Centropuerto.

Para chegar até Santiago você tem várias opções, possui voos diários e diretos com as seguintes capitais brasileiras nos seguintes horários:

– São Paulo (GRU)

LATAM (8:05/9:05/14:10/16:55/18:50/19:20/22:20)

GOL (10:30/21:55)

– Rio de Janeiro (GIG) – LATAM (12:55 e 19:55)

Se você, como eu, não reside em uma dessas metrópoles favor se preparar para uma pré-viagem até a cidade de Santiago. Saímos de tarde de Aracaju chegamos em GRU fizemos escala de cerca de 2 horas e pegamos outra escala para GIG, passamos a noite por lá até a madrugada do dia seguinte. Portanto, certifique-se dos horários entre as escalas e para conseguir os voos mais baratos terá que passar por esses perrengues.

DE CARRO

A principal rodovia para chegar em Santiago é a RN7, rodovia que interliga Mendoza (Argentina) e Santiago (Chile), dessa forma é preciso cruzar a Cordilheira dos Andes, cadeia montanhosa mais extensa, entre as duas cidades a viagem dura cerca de 5 horas e se estende por 363Km, entretanto, durante o inverno ocorrem constantes interrupções no trânsito pela ocorrência de nevascas, vale a pena conferir o clima antes da viagem.

COMO IR DO AEROPORTO DE SANTIAGO AO CENTRO

ÔNIBUS:

Na Turbus o preço do ticket de ida é 1.500 pesos chilenos o que no câmbio de hoje sai em torno de R$7,65. Entretanto se você comprar ida e volta fica 2.800 pesos, R$14,28 para os dois trajetos. Possui as seguintes paradas: Terminal Alameda, Terminal San Borja, Terminal Pajaritos. O serviço funciona de 05:00 hrs até as 00:00 hrs.

Na Centropuerto o preço do ticket de ida é um pouco mais caro, 1.700 pesos chilenos, cerca de R$8,67, na compra da ida e da volta ficam 3.000 pesos, R$15,30. Possui as seguintes paradas:

O serviço funciona nos seguintes horários:

SEGUNDA-FEIRA A DOMINGO

Santiago – Aeroporto

Primeira Saída: 05:55 hrs. – Última Saída: 22:30 hrs.

Aeroporto – Santiago

Primeira Saída: 06:00 hrs. – Última Saída: 23:30 hrs

TRANSFER

Os preços variam de acordo com o bairro que você ficará hospedado, vale a pena conferir as empresas: TransferDelfos, TransVip, AeroDirecto. Como exemplo eu trouxe o preço de um transfer disponível para até 3 passageiros, saindo do Aeroporto até o Centro de Santiago, o preço é 17.000 CLP (R$86,70) cerca de R$28,90 por pessoa.

TÁXI

Utilize o Uber, o serviço é bom e barato e previne de alguns possíveis golpes de taxistas (troca de cédulas de valores diferentes mas cores semelhantes, sobrando dinheiro para o taxista). O trajeto entre o Aeroporto e a Plaza de Armas tem 15 km e leva em torno de 20 minutos.

SANTIAGO SEM MISTÉRIOS – PARTE 01 – Santiago do Brasil?

E ai, bateu a curiosidade sobre o Chile e principalmente sobre Santiago?

Começo com esse artigo uma série de publicações sobre a capital chilena e passeio que realizei partindo de Santiago.

Nesse post farei uma breve introdução sobre Santiago e como os brasileiros são recepcionados por lá.

image

Com seus mais de 5 milhões de habitantes a cidade vem tornando-se destino certo para milhares de brasileiros, em especial no inverno na alta temporada que aproveitam principalmente para esquiar nas estações de esqui localizadas a menos de 60 km da capital chilena, dessa forma quando passear por lá não será nem um pouco estranho se deparar com alguém falando em português.

Para mim Santiago em boa parte da viagem pareceu mais uma cidade brasileira do que chilena, digo isso justamente pela enorme quantidade de brasileiros visitando a cidade no inverno de 2016, além dos brasileiros que trabalham como guias no Chile. Em frente a Catedral de Santiago (primeira foto desse artigo) – uma bela construção originalmente construída em 1600 mas que foi reconstruída várias vezes em decorrência dos terremotos –  existe uma infinidade de guias que falam português ou são brasileiros e te oferecerão passeios para todos os recantos do Chile, principalmente (vinícolas, estações de esqui, Valparaíso, Viña del Mar entre outros locais). Dicas Importantes: Pesquise os preços e veja se pode pagar em dinheiro, dessa forma você economiza na taxa que incide no uso de cartão de crédito no exterior.

Para os brasileiros que geralmente não sabem “hablar español” alguns restaurantes possuem cardápios em português, mas tente se esforçar um pouco para treinar o espanhol, garanto que serão momentos divertidos e que trarão ótimas histórias para contar depois. Na minha viagem em família apenas eu tinha um domínio melhor do espanhol e maior segurança na pronúncia, entretanto mesmo sem falarem tão bem espanhol com o tempo – viagem de 10 dias – minha família já dava a cara a tapa na língua “hermana” e mesmo quando não era entendida falavam em português ou mesmo com mímicas, o importante é que fomos compreendidos e conseguimos aproveitar bastante 😉